Perguntas Parvas e Afins – vol. 5

Perguntas Parvas e Afins - vol. 5

(outras edições 1 2 3 4)

Há tanto tempo que não faço um “Perguntas Parvas e Afins” que o leitor mais ignorante na matéria poderá pensar “Será que ninguém tem feito comentários parvos à Susana em relação à sua alimentação?”. E aí, caro leitor inocente, está muito enganado. Mas como ganhei o gosto por fazer eu a imagem inicial do artigo ao invés de copiar desavergonhadamente das internets, desde o último volume da coisa, tenho andado a procrastinar até ter tempo de fazer uma coisa engraçada. [um aparte que não tem nada a ver mas que é fantástico: sabiam que há um santo padroeiro dos procrastinadores?]

Como já disse aqui vezes e vezes sem conta, não me dedico a fazer “evangelização”. Nem sequer me lembro da última vez que fui eu a iniciar a conversa do veganismo (provavelmente nunca…). Mas as pessoas têm curiosidade e acham que têm argumentos válidos e originais e, naturalmente, querem conversar enquanto eu tento comer o meu tofu sossegada.

Enfim, hoje dediquei-me a uma das mais básicas. A conversa costuma ser assim:

Omni iluminado: Mas se temos dentes caninos é porque estamos programados para comer carne!

Euzinha, a revirar os olhos até ver o cérebro, mas ainda assim, a tentar ser paciente e esclarecedora: Muitos animais herbívoros têm caninos MASSIVOS e não comem carne. O gorila, por exemplo, come maioritariamente folhas e frutos (embora possa comer térmitas e ocasionalmente restos de caça de outros predadores). O hipopótamo e o camelo são 100% herbívoros e têm também caninos, sendo que os do hipopótamo são ENORMES. De qualquer forma, mesmo que não houvessem estes exemplos na natureza, o ser humano é (esperamos nós) racional e deve tomar decisões éticas com base nas suas reais necessidades. 

Um artigo para lerem sobre caninos herbívoros se para aí estiverem virados. Mas a sério que o resumo é : caninos não indicam a necessidade de comer carne.

Um resto de boa semana e votos de muitas conversas esclarecedoras!

Para seguir este blog basta preencher o endereço de e-mail na coluna do lado direito, mesmo abaixo da aplicação do Goodreads. Recebem um e-mail cada vez que eu publicar um novo post. Ou, se quiserem ser modernos, podem seguir/gostar a página Ervilhas e Cenouras no Facebook.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s